Dark Mode 167kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Boletim da DGS. Portugal com segundo pior dia desde o início da pandemia

Esta terça-feira, foram confirmados 3.299 novos casos de Covid-19. É o segundo pior dia em Portugal desde o início da pandemia. Houve 28 mortes, o segundo número mais alto deste mês de outubro.

i

Portugal segue a tendência europeia de subida no número de casos diários de Covid-19

Orlando Barria/EPA

Portugal segue a tendência europeia de subida no número de casos diários de Covid-19

Orlando Barria/EPA

Depois de dois dias a descer, Portugal voltou a ultrapassar os 3 mil casos de Covid-19. Esta terça-feira, o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a situação epidemiológica no país confirmou mais 3.299 casos de infeção pelo novo coronavírus, o segundo pior resultado desde o início da pandemia. O pior ocorreu no sábado passado, 24 de outubro, quando foram anunciados 3.669 novos casos.

Nas últimas 24 horas, houve mais 28 mortes devido à Covid-19, apenas mais uma do que nesta segunda-feira. Este é o segundo pior resultado este mês, sendo apenas ultrapassado por sexta-feira passada, 23 de outubro, quando foram confirmados 31 óbitos. Trata-se também do segundo número mais alto desde 24 de abril, quando foram anunciados 34 óbitos, e 16º desde o início da pandemia.

Ao todo, são agora 124.432 as pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus em Portugal. O total de mortes é agora 2.371.

Os casos ativos são 49.717, mais 883 do que nesta segunda-feira.

Norte continua a liderar de casos e mortes. Algarve, Açores e Madeira sem óbitos a registar

O Norte do país voltou a registar a maioria dos novos casos de Covid-19 em Portugal. Foram 2.076 nas últimas 24 horas, o que corresponde a 63% do total. A região de Lisboa e Vale do Tejo teve 961 casos (29%), seguida pelo Algarve, onde foram confirmadas 30 novas infeções pelo novo coronavírus (0,9%). O Alentejo teve 12 casos (0,3%) e Açores e Madeira 3 (0,09%) e 16 (0,48%), respetivamente.

Foi também no Norte que se registou o maior número de mortes — 12, isto é, 43% face ao total. Esta região foi seguida por Lisboa e Vale do Tejo, com 7 óbitos (25%), e pelo Alentejo, com 5 (18%).

Algarve, Açores e Madeira não registaram qualquer óbito devido ao novo coronavírus.

Internamentos sobem pelo sexto dia consecutivo e voltam a bater recorde

A subir há seis dias consecutivos, os internamentos são agora 1.747, depois de terem dado entrada nos hospitais portugueses 75 doentes com Covid-19 nas últimas 24 horas. Nunca houve tantas pessoas internadas durante a pandemia.

Em unidades de cuidados intensivos (UCI), estão mais 13 doentes, num total de 253.

Entre segunda e esta terça-feira, foram dadas como recuperadas 2.388 pessoas, num total de 72.344 desde março. Há 60.063 contactos em vigilância, mais 432 do que no da anterior.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.