Luís Filipe Vieira não se vai candidatar novamente ao cargo de presidente do Benfica, caso ganhe as eleições agendadas para a próxima quarta-feira. “É mesmo o último mandato” afirmou em entrevista à TVI.

Presidente do clube desde 2003, Luís Filipe Vieira concorre ao sexto mandato na presidência do Benfica e voltou a reiterar a confiança em Rui Costa, que concorre ao cargo de vice-presidente, para dar continuidade ao seu trabalho.

Eu represento o presente e o Rui [Costa] representa o futuro. Serão os sócios a decidir o que será. É isso que aqui está. Aqui não existe ‘benjamins’ nenhuns. Aqui há: ou tem competência ou não tem competência”, afirmou.

Para o antigo futebolista, os próximos quatro anos serão um “teste” para averiguar a sua “capacidade” para uma candidatura à presidência do clube.

Antes de mais, teremos aqui quatro anos para vermos se eu tenho capacidade, ou não, para chegar àquele dia e me candidatar. Não basta o meu orgulho e o meu ‘benfiquismo’, tem que haver a minha sabedoria e a possibilidade e capacidade para dar continuidade a um projeto que tem sido fantástico”

O atual presidente do Benfica termina assim com todas as dúvidas e reforça o que foi dito no seu discurso de recandidatura.

Vieira garante que corre para fazer último mandato: “Tenho 71 anos, a quarta classe, não falo inglês mas orgulho-me no trabalho realizado”