Depois da Casa da Música ter anunciado este sábado a suspensão da sua atividade artística e educativa até dia 3 de novembro, devido a seis casos positivos de Covid-19 no coro, chegou a vez da Fundação de Serralves condicionar a sua programação, neste caso na sequência das restrições à circulação decretadas.

Casa da Música suspende atividade artística até 3 de novembro

“Na sequência das restrições de circulação previstas para o período compreendido entre 30 de outubro e 3 de novembro, decretadas pelas autoridades nacionais, Serralves entendeu suspender a sua programação de eventos previstos para este período. Nesse sentido, ‘Additional Tones: A Tribute to Maryanne Armarcher’ não irá realizar-se na data prevista [31 de outubro]”, avançou a fundação em comunicado, referindo-se à iniciativa agendada no Museu de Serralves, que iria homenagear a compositora norte-americana, agora adiada para o dia 9 de janeiro.

Serralves manterá o museu, o parque e a casa do cinema Manoel de Oliveira a funcionarem “normalmente”.