A Divisão Policial da PSP da Figueira da Foz, no distrito de Coimbra, recuperou centenas de objetos furtados nos últimos meses no concelho, alguns ainda embalados, que estavam na posse de um recetador, foi esta terça-feira anunciado.

O comandante da Divisão Policial, comissário José Freitas, disse à agência Lusa que o material apreendido na margem sul do concelho da Figueira da Foz foi furtado de residências, garagens, viaturas e obras em construção.

“São centenas de objetos, que vão desde bicicletas, ciclomotores, materiais de construção, de música, ferramentas, eletrodomésticos, alguns ainda embalados, como fornos e exaustores”, enumerou o oficial, mostrando-se surpreso pela “qualidade e quantidade dos objetos”, alguns também de topografia, avaliados em milhares de euros.

A apreensão do material foi feita na segunda-feira, numa ação liderada pela Divisão Policial da PSP da Figueira da Foz em colaboração com o Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho da GNR, no âmbito de uma investigação criminal em curso.

Segundo o comissário José Freitas, através das diligências efetuadas a PSP conseguiu chegar ao recetador, um homem de 77 anos, que inicialmente não estava referenciado e que não possui antecedentes criminais “relevantes”.

O comandante da Divisão Policial da Figueira da Foz adiantou à agência Lusa que vão ser efetuadas diligências para averiguar se o homem identificado era apenas recetador ou se vendia o material a outras pessoas.

Os objetos apreendidos vão estar expostos até ao final da semana nas instalações da PSP da Figueira da Foz para que as pessoas que tenham sido alvo de furtos possam ir reconhecer os seus pertences, que serão entregues mediante prova da sua titularidade.

No âmbito das investigações em curso, a PSP vai ainda efetuar diligências para apurar se os suspeitos já referenciados são os autores dos furtos que resultaram naquelas centenas de objetos apreendidos.