A Too Good to Go chegou a Lisboa há um ano e nos últimos 12 meses juntou 400 mil utilizadores na sua luta contra o desperdício alimentar. A app que permite a qualquer pessoa comprar “caixas mágicas” surpresa nos estabelecimentos aderentes diz que, neste ano, ajudou a salvar 200 mil refeições do desperdício, o que equivale a 500 toneladas de CO2 evitadas na atmosfera, diz a startup em comunicado.

Desde outubro de 2019 a operar em Portugal, a startup dinamarquesa conta com 1.600 parceiros da aplicação no país, que incluem de empresas de restauração a grandes grupos da indústria alimentar, como o Auchan, Intermarché, Meu Super, Nestlé e Danone.

“Traduzindo este ano numa só palavra: orgulho. Orgulho de provarmos que também em Portugal conseguimos fazer a diferença”, afirmou Madalena Rugeroni, responsável pelo mercado português e espanhol da aplicação.

Para celebrar o primeiro aniversário, a empresa dedica esta quarta e quinta-feira a conversas online, showcookings e ofertas limitadas especiais. Tudo acontece num espaço que funciona como uma loja Pop Up, situada no Príncipe Real, em Lisboa, onde existirá um ponto de recolha Too Good To Go, com “caixas mágicas” dedicadas ao aniversário da marca. Para ter acesso às caixas gratuitas, os utilizadores devem dirigir-se à loja entre as 15h e as 18h.

Too Good to Go: app que combate desperdício alimentar chega a Coimbra e Braga

A startup dinamarquesa está atualmente em 15 países, onde conta com uma cerca de 27 milhões de utilizadores e mais de 71 mil estabelecimentos aderentes. Ao todo, já ajudou a salvar cerca de 50 milhões de refeições, equivalentes a mais de 125 mil toneladas de CO2. Em Portugal, está disponível em Lisboa, Porto, Algarve, Coimbra e Braga.

O objetivo da app é evitar o desperdício alimentar. Como? Comprando as tais caixas mágicas (Magic Boxes) que as empresas parceiras disponibilizam, num horário estabelecido, com produtos do dia. Os utilizadores reservam a caixa mágica na app e depois têm de se dirigir ao estabelecimento.