O avançado português Cristiano Ronaldo está recuperado da infeção com o novo coronavírus. O futebolista teve um resultado negativo no mais recente teste de diagnóstico à infeção com SARS-CoV-2, a nova estirpe dos coronavírus que pode causar a doença Covid-19. Ronaldo tinha anteriormente garantido que estava sem sintomas e que se sentia bem.

A informação relativa ao novo teste de diagnóstico com resultado negativo é avançada no site oficial da Juventus, clube no qual Ronaldo milita.

O avançado internacional português tinha tido um teste de diagnóstico com resultado positivo quando estava inserido na última concentração da Seleção Nacional, na segunda semana deste mês de outubro. Após um primeiro teste positivo, ficou em isolamento durante 19 dias mas foi garantindo que estava bem e sem sintomas.

Os testes de diagnóstico foram tendo sempre resultados positivos — o que levou o jogador português a queixar-se, dizendo que os testes PCR eram “uma treta” —, mas agora o futebolista português teve um teste negativo.

Quando volta Ronaldo: a boa notícia para a Juve e para a Seleção

A Juventus diz, em nota oficial, que “o jogador está curado após 19 dias” e não estará mais “sujeito ao isolamento doméstico”.

É assim expectável que Cristiano Ronaldo esteja disponível se não já para o confronto entre Juventus e Spezia de este domingo (para o campeonato italiano), pelo menos para o duplo compromisso seguinte da equipa italiana: a deslocação à Hungria em jogo da Liga dos Campeões contra o Ferencváros — já na próxima quarta-feira, 4 de novembro — e a deslocação ao Stadio Olimpico de Roma para o jogo contra a Lazio, no próximo domingo.

O regresso de Cristiano Ronaldo é também uma boa notícia para o Selecionador português, Fernando Santos, que na quinta-feira da próxima semana, 5 de novembro, vai anunciar os convocados da Seleção para os jogos com Andorra (partida de preparação, agendada para 11 de novembro) e com França e Croácia, estes últimos para a Liga das Nações e marcados para os dias 14 e 17 de novembro.