O PSD felicitou esta segunda-feira o deputado Duarte Pacheco pela eleição como presidente da União Interparlamentar, considerando que tal resulta do “trabalho árduo” ao longo do seu percurso enquanto membro da delegação da Assembleia da República à União Interparlamentar.

“Na figura do presidente do PSD, Rui Rio, e do presidente do Grupo Parlamentar, Adão Silva, o PSD endereça as mais sinceras felicitações e votos de um mandato de sucesso ao deputado Duarte Pacheco”, refere o partido, numa nota à imprensa. Na nota, o PSD destaca que Duarte Pacheco foi eleito com 222 votos, num universo de 406, “neste que é um dos principais palcos da diplomacia parlamentar”.

“Este resultado, que muito honra o partido em geral e o Grupo Parlamentar do PSD em particular, é resultado do trabalho árduo desempenhado pelo social-democrata não só ao longo dos últimos meses mas como em todo o seu percurso enquanto membro da delegação da Assembleia da República à União Interparlamentar”, referiu.

O partido recorda que, na carta de apresentação da sua candidatura, em julho deste ano, Duarte Pacheco defendia “um mundo com mais igualdade, coesão social, paz, melhor qualidade ambiental, capaz de enfrentar os desafios que atualmente se colocam ao nível global”. “O PSD está certo de que trabalhará arduamente para atingir este objetivo”, realçam os sociais-democratas.

Também o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, e o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, já felicitaram Duarte Pacheco pela eleição.

Através de uma nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa “felicita o deputado Duarte Pacheco pela eleição para presidente da União Interparlamentar, saudando calorosamente a eleição de um português para presidir a esta organização internacional”. “A União Interparlamentar foi criada em 1889 e reúne parlamentos de 179 países com o objetivo de promover a paz, a democracia e o desenvolvimento Sustentável. Por isso, o Presidente da República faz votos do maior sucesso para este mandato, que será mais uma prova da capacidade de diálogo dos portugueses ao nível internacional”, lê-se na nota.

Também o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, felicitou Duarte Pacheco, manifestando-se certo de que “saber honrar os 131 anos” de história desta organização e prepará-la “para os muitos e exigentes desafios que tem pela frente”. “Mais do que tudo, este resultado é mérito do candidato, muito se devendo à energia e ao dinamismo que sempre demonstrou enquanto membro da delegação da Assembleia da República à União Interparlamentar e nas várias e altas funções que desempenhou e desempenha nesta organização desde 1991”, considerou Ferro Rodrigues.