A Câmara da Trofa autorizou a realização das feiras semanais no concelho, mas faz depender a sua concretização da salvaguarda das normas de segurança exigidas pela Direção-Geral da Saúde pelas juntas de freguesias responsáveis, anunciou esta sexta-feira a autarquia.

A decisão surge depois de o Governo ter decidido que as feiras e os mercados de levante vão poder continuar a funcionar nos 121 concelhos sujeitos a medidas mais restritivas para conter a Covid-19, caso tenham autorização das respetivas autarquias.

Em comunicado, a autarquia do distrito do Porto liderada pelo social-democrata Sérgio Humberto dá conta da autorização às feiras semanais da Trofa e de São Mamede do Coronado, mas lembra às juntas de freguesia as suas obrigações.

Segundo a nota de imprensa, as juntas “têm em si delegadas a gestão e a manutenção” das feiras, pelo lhes cabe assegurar “todas as condições de segurança necessárias para o cumprimento das orientações definidas pela Direção-Geral da Saúde”.

O executivo salienta ainda que “a Polícia Municipal estará no terreno” a fazer o acompanhamento dos “mercados durante este período de restrições mais amplas”.

A Câmara considera fundamental que os produtores e os comerciantes desta área prossigam a sua atividade, garantindo o sustento das suas famílias, enquanto possibilitam o acesso da população a produtos de qualidade”.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos em mais de 48,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.740 pessoas dos 161.350 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.