Os três sobreviventes do naufrágio de um veleiro que naufragou no sábado ao largo de Viana do Castelo, desembarcaram “em segurança” na segunda-feira, em Ponta Delgada, nos Açores, anunciou a Marinha.

Em informação divulgada na noite de segunda-feira, a Marinha indica que o desembarque dos três homens foi feito pelas 16h locais (17h em Lisboa), no Cais de Honra das Portas do Mar, com o apoio de uma embarcação de alta velocidade da Autoridade Marítima Nacional, e foi coordenado pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Ponta Delgada da Marinha Portuguesa.

À chegada a terra, os três tripulantes, de 49, 62 e 67 anos de idade, “foram submetidos ao teste da Covid-19 por parte da Direção Regional de Saúde dos Açores, sendo posteriormente acompanhados pela Polícia Marítima, em coordenação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, e pela Embaixada de França, no âmbito das suas competências”.

O veleiro, onde seguiam quatro homens de nacionalidade francesa, naufragou na madrugada de sábado ao largo de Viana do Castelo. O navio mercante Midas, de bandeira finlandesa, localizou e recuperou os três sobreviventes, acrescenta.

O quarto tripulante, de 63 anos, foi encontrado já sem vida no seguimento das operações de busca dirigidas pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, que mobilizou dois navios mercantes, uma fragata, uma aeronave da Força Aérea e meios do Instituto de Socorros a Náufragos.