A agência espacial norte-americana (NASA) certificou na terça-feira a cápsula da transportadora SpaceX que no sábado levará quatro astronautas até à Estação Espacial Internacional, concretizando o plano dos Estados Unidos de voos regulares espaciais.

A Crew Dragon da SpaceX irá transportar os astronautas norte-americanos da NASA Mike Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker, e o japonês Soichi Noguchi numa missão operacional de seis meses na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla inglesa).

“É com muito orgulho que digo que retomámos os voos espaciais tripulados regulares a partir de território norte-americano e com um foguetão e cápsula americanos”, afirmou o administrador da Nasa, Jim Bridenstine.

Este será o segundo voo espacial tripulado da SpaceX, a empresa espacial privada do empresário e empreendedor Elon Musk, depois de um primeiro voo com dois astronautas, executado com sucesso, e de uma série de testes de demonstração, realizada entre maio e agosto.

A descolagem no sábado, no centro espacial Kennedy, na Flórida, está marcada para as 19h49 locais (00h49 de domingo, hora de Lisboa) e a chegada à ISS está prevista para acontecer pouco mais de oito horas depois, quando em Portugal forem 09h20 de domingo.

De acordo com Benji Reed, responsável pelos voos tripulados da SpaceX, a transportadora prevê lançar sete missões de transporte de pessoas e carga nos próximos 15 meses.