A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) é uma das entidades promotoras da campanha solidária Todos por Todos, que começa esta sexta-feira e visa a recolha de bens essenciais para ajudar as famílias portuguesas mais afetadas pela crise pandémica.

As contribuições para a campanha, que envolve também a Missão Continente, a TVI e a Fundação LAPS, e decorre até 31 de dezembro, podem ser feitas por transferência bancária, ou através da compra de vales em lojas associadas.

De acordo com a FPF, a campanha “vai apoiar, também, a comunidade artística e cultural, um setor profundamente afetado pela pandemia”, uma vez que todos os que comprarem vales “até 27 de dezembro, habilitam-se a ganhar bilhetes duplos para assistir a concertos de bandas e artistas nacionais, que terão lugar em vários pontos de norte a sul do país, em janeiro de 2021”.

Os alimentos doados serão distribuídos pela Cruz Vermelha Portuguesa e pela Rede de Emergência dos Bancos Alimentares contra a Fome.

A FPF justifica o seu envolvimento na campanha, e em outras semelhantes, com a sua vertente de responsabilidade social, e lembra que na campanha Nunca Desistir, promovida pelas mesmas entidades em abril, foram angariados mais de 600 mil euros, transformados em 150 toneladas de alimentos.

Portugal contabiliza pelo menos 3.181 mortos associados à Covid-19 em 198.011 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).