O selecionador de futebol da Geórgia, o eslovaco Vladimir Weiss, apresentou a demissão do cargo, que ocupava desde 2016, depois de ser eliminado na quinta-feira no acesso ao Euro2020.

“O meu trabalho está concluído. O meu tempo acabou. Obrigado aos adeptos, futebolistas e jornalistas georgianos. Não foram tempos fáceis, mas foram anos muito bons na minha vida. Estou triste”, escreveu o treinador, de 56 anos, na sua conta do Twitter.

A Geórgia perdeu a qualificação para o Euro2020 de futebol na final do play-off de acesso em casa, diante da Macedónia do Norte, que se apurou para a fase final da competição continental pela primeira vez.

Num jogo em que a Geórgia não contou com Khvicha Kvaratskhelia, um dos seus melhores futebolistas, infetado com Covid-19, a Macedónia do Norte garantiu o triunfo em Tblisi com um golo de Goran Pandev, aos 56 minutos.