A GNR deteve dois homens suspeitos de 16 furtos, 11 dos quais de máquinas de venda de tabaco em estabelecimentos comerciais dos distritos de Braga e do Porto, anunciou esta sexta-feira aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que os suspeitos foram detidos na quinta-feira, em Braga, no âmbito de uma investigação que decorria há dois meses.

Segundo a GNR, os suspeitos furtavam máquinas de venda de tabaco no distrito de Braga, com incidência nos concelhos de Braga, Vila Verde, Amares e Barcelos, e no distrito do Porto, nomeadamente em Leça da Palmeira (concelho de Matosinhos) e Vila do Conde.

No total, são suspeitos de 11 furtos qualificados em estabelecimentos comerciais, dois dos quais na forma tentada.

São ainda suspeitos de quatro furtos de chapas de matrículas e um furto de veículo.

No decorrer das diligências policiais, foram realizadas duas buscas domiciliárias, tendo sido apreendidos 13 maços de tabaco, dois telemóveis, uma televisão, ferramentas destinadas à execução dos furtos e um veículo furtado.

Os detidos, de 35 e 36 anos e com antecedentes criminais por furtos, vão ser presentes no Tribunal Judicial de Braga, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.