A Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), que atua como ponte entre empresas e os fundos de apoio ao investimento, ficou sem tesouraria no final de outubro, sendo que os pagamentos às empresas retomaram apenas no final desta semana (estavam suspensos desde o último dia 26), escreve o Jornal de Negócios.

O IAPMEI confirmou a situação, assegurando que esta é “pontual e transitória”, não sendo “generalizável a todos os programas”. O “acréscimo de ritmo de pagamentos após a realização do pedido de reposição de verbas” fez com que o saldo de segurança fosse “consumido na totalidade antes da entrada dessa reposição”. O IAPMEI fala ainda em “falha momentânea de tesouraria”.

Não é claro quais os programas afetadas, bem como o valor dos pagamentos suspensos ou o número de empresas que esperam para receber, ainda que o Jornal de Negócios adiante que o programa do Centro tenha sido afetado.

IAPMEI já pagou 75 milhões de euros a um total de 805 empresas

Em abril deste ano, ainda com Portugal em período de confinamento obrigatório, era notícia que no âmbito das medidas para aceleração de pagamento dos incentivos do Portugal 2020, a Agência para a Competitividade e Inovação tinha distribuído 75 milhões de euros por 805 empresas nos 30 dias anteriores.