Se sentia falta da companhia do “Como é que o Bicho Mexe” e receou que o episódio desta sexta-feira fosse único, de certeza que gostou do início do direto de Bruno Nogueira: volta sábado, domingo e na próxima semana novamente na sexta-feira sábado e domingo. Recorde que o humorista deu início aos diretos no Instagram no primeiro confinamento.

Alguns meses depois os convidados voltaram e, muitos deles, aproveitaram para deixar críticas às opções do Governo no combate à pandemia.

Um dos mais críticos foi Ljubomir, que havia estado na tarde desta sexta-feira na manifestação do setor da restauração no Porto — que reuniu cerca de mil pessoas. O Chef surgiu de mãos atadas com “a camisa que a Assembleia da República” lhe ofereceu “para cozinhar este fim de semana”, em que os restaurantes apenas podem estar abertos depois das 13 horas para entregas ao domicílio.

Inês Aires Pereira, que integra o elenco do musical Avenida Q — em cena no Teatro Maria Matos — também ironizou com o horário deste sábado: o espetáculo terá início “em horário infantil”, como afirmou, às 10 horas.

Enquanto ia partilhando o ecrã do direto com vários convidados, Bruno Nogueira tinha, como já vinha sendo habitual, tinha uma angariação de fundos a decorrer em simultâneo, contabilizando mais de 1200 donativos e cerca de 9.500 euros, valor que foi aumentando à medida que o episódio decorria.

Em poucos minutos, Bruno Nogueira conseguiu reunir mais de 100 mil pessoas para assistir a este novo direto do “Como é que o Bicho Mexe”.