O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, está em isolamento profilático após ter estado em contacto com uma pessoa infetada com o novo coronavírus. O alerta foi dado por uma aplicação de rastreio que alertou o governante para o facto de ter estado com um caso confirmado de Covid-19, escreve o Guardian. Segundo a Reuters, o primeiro-ministro está “bem” e “não tem sintomas”.

Um porta-voz do número 10 de Downing Street confirmou que o primeiro-ministro se encontrou com um pequeno número de deputados na manhã de quinta-feira, incluindo o deputado Lee Anderson que já testou positivo para a Covid-19 — será este o contacto que levou a que o primeiro-ministro fosse alertado pela app de rastreito. Numa publicação no Facebook, Anderson explicou que na sexta-feira, perdeu o paladar ao mesmo tempo que a sua mulher começou a sentir uma dor de cabeça.

Não tive tosse, nem febre e sentia-me bem. Ambos fizemos um teste no sábado e o resultado chegou no domingo de manhã. Eu e a minha mulher testamos positivo. Sinto-me absolutamente bem e a minha maior preocupação é a minha mulher que está num grupo de risco”, escreveu.

Boris Johnson esteve infetado com o novo coronavírus em março, chegando mesmo a ser internado nos cuidados intensivos. Na altura, foi primeiro chefe de governo a ser infetado.

Boris Johnson confirma que está infetado com coronavírus