A Fundação Assistência para o Desenvolvimento e Formação Profissional (ADFP) de Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra, contabiliza 39 pessoas infetadas com a Covid-19, disse esta segunda-feira à agência Lusa o presidente da instituição.

Segundo Jaime Ramos, a instituição regista 30 utentes infetados da Unidade de Cuidados Continuados, dos quais nove estão hospitalizados, mais nove funcionários, que apresentam sintomas ligeiros, na sequência de 120 testes realizados na sexta-feira.

“Os utentes hospitalizados são idosos de idade avançada e com múltiplas comorbilidades, alguns em cuidados paliativos”, adiantou o presidente da Fundação ADFP, referindo que, de entre os utentes infetados, 14 são do concelho de Miranda do Corvo.

O dirigente adiantou à agência Lusa que esta segunda-feira teve início um processo de testagem aos funcionários da instituição da área do Centro Social Comunitário, que deverá abranger cerca de 300 pessoas.

Os resultados começam a ser conhecidos na terça-feira e é muito provável que existam casos positivos, o que vai obrigar a estender os testes a mais utentes”, referiu Jaime Ramos.

O presidente da Fundação ADFP adiantou que, na Unidade de Cuidados Continuados — onde um teste de uma auxiliar teve resultado inconclusivo, foi criada uma ala para infetados pela Covid-19, numa ação que contou com a intervenção de duas equipas dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo.