A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu no Grande Porto uma mala contendo 26 quilos de cocaína, que se supõe ter sido importada da América Latina, e deteve o alegado traficante, entretanto colocado em prisão preventiva, informaram esta quinta-feira as autoridades.

Foi montado dispositivo de vigilância e interceção que levou à detenção de um indivíduo de 63 anos e à apreensão, dentro da viatura por aquele utilizada, de 26 quilogramas de cocaína, que preenchiam por completo o conteúdo de uma mala de viagem”, indica a Diretoria do Norte da PJ.

Em comunicado, a PJ/Norte dá nota de outra operação antidroga, que resultou na detenção de dois homens que “importavam e distribuíam pela região” diversos tipos de estupefacientes, com especial incidência em drogas sintéticas e de diversão.

“Para concretizarem os seus planos criminosos, faziam uso de aplicações informáticas e recorriam à ‘darknet’ [a parte mais obscura da Internet, geralmente usada para práticas criminosas], quer para a importação, quer para a publicitação dos seus produtos e distribuição”, descreve a polícia.

Em duas buscas domiciliárias foram apreendidos diversos tipos de droga, designadamente haxixe, liamba, drogas sintéticas como MDMA/ecstasy, anfetaminas, dinheiro, “vários utensílios dirigidos ao empacotamento e expedição de drogas”, instrumentos de pesagem e moagem, bem como equipamento de comunicações e informática.

Ao princípio da tarde, os dois detidos, de 30 e 55 anos de idade, aguardavam ainda a apresentação às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.