A batalha pela obtenção do tempo mais rápido por volta ao circuito alemão de Nürburgring Nordschleife, para carros homologados para circular em estrada e fabricados em série, está ao rubro e nem a pandemia a parece atenuar. Desde Julho de 2018 que o recorde era pertença do Lamborghini Aventador SVJ, que percorreu uma volta aos cerca de 20 km do traçado em 6 minutos e 44,97 segundos. Mas um dos desportivos da Mercedes revelou-se mais rápido 1,3 segundos e fixou o novo recorde em 6.43,616.

O novo recordista é o Mercedes-AMG GT Black Series, versão que extrai do 4.0 V8 biturbo 730 cv e 800 Nm, ligeiramente abaixo dos 770 cv e 720 Nm do Aventador SVJ, isto para veículos com peso similar (1615 kg para o desportivo alemão e 1690 kg para o italiano).

6 fotos

Se nos debruçarmos sobre as prestações do novo e velho recordista, é fácil constatar que o GT Black Series necessita de 3,2 segundos para ir de 0-100 km/h, para depois alcançar 325 km/h de velocidade máxima, mais uma vez uns pontos abaixo dos valores atribuídos ao Lamborghini, que reivindica 2,8 segundos e 350 km/h. Isto deixa antever que a maior eficácia do Mercedes-AMG deverá ser atribuída em parte ao chassi, especialmente à aerodinâmica mais adaptada a uma utilização em pista, com uma asa traseira mais exuberante e um splitter frontal maior, sendo ambos reguláveis.

Lamborghini Aventador SVJ envergonha concorrência

Maro Engel, o piloto da Mercedes-AMG que bateu o recorde, referiu ainda o extenso trabalho de afinação de que o veículo foi alvo, não só na asa e splitter, mas igualmente na altura ao solo, na regulação das barras estabilizadoras (que permitem nove regulações) e, sobretudo, ao nível do camber, cuja solução ideal encontrada passou por um camber negativo de 3,8º atrás e 3,0º à frente. Os pneus escolhidos foram os Michelin Pilot Sport Cup 2 R que equipam de série o modelo.

O vídeo impressiona pela velocidade a que o Mercedes-AMG ataca algumas zonas do circuito, como os 311 km/h atingidos na recta grande, próximo do final da volta, ou os 192 km/h a que sai das três direitas que antecedem esta zona mais rápida. Além dos 6.43,616 necessários para percorrer o circuito com 20,59 km de perímetro – a versão que conta em termos de recorde, que é ligeiramente mais curta por permitir a entrada directa nas boxes, sem a necessidade de dar mais uma volta –, o GT Black Series foi ainda cronometrado em 6.48,047 numa volta completa com 20,82 km.