A conta oficial do Papa Francisco no Instagram fez um like, que depois foi retirado, no post de uma modelo brasileira cujas publicações são por norma fotografias de cariz sensual e erótico. A modelo em causa é Natalia Garibotto e tem 27 anos. A sua conta de Instagram tem 2,4 milhões de seguidores.

De acordo com a Catholic News Agency, que cita fonte próxima do gabinete de imprensa da Santa Sé, o Vaticano está agora investigar o caso, para tentar perceber como aquela conta acabou por fazer like no post em causa. A conta oficial do Papa Francisco tem 7,4 milhões de seguidores e é gerida por uma equipa de comunicações.

Ao The Guardian, o editor da versão inglesa do jornal católico La Croix, Robert Mickens, explica que não é o Papa Francisco quem gere aquela conta. “O papa não é como Donald Trump, ele não anda com o telemóvel ou com o computador atrás para escrever tweets ao longo do dia”, diz aquele correspondente sediado em Roma.

“Ele aprova, por exemplo, alguns tweets. Mas os likes não. Em ocasiões muito raras ele quis escrever um tweet sobre algo que estava a decorrer ou durante uma emergência”, sublinha. “Portanto, ele não terá nada a ver com isto. É o departamento de comunicações. Como isto aconteceu… sabe-se lá.”

O momento foi aproveitado pela modelo e pela agência dela.

No Twitter, a modelo escreveu: “Ao menos vou para o paraíso”.

Já a agência que trabalha com Natalia Garibotto, a Coy Co, fez um post onde dizia ter “recebido a bênção oficial do papa” graças àquela modelo.