O anúncio será feito na terça-feira: Antony Blinken é a escolha de Joe Biden para o cargo de secretário de Estado, adiantam os jornais norte-americanos incluindo o The New York Times. A escolha do presidente-eleito, que ainda terá de ser validada pelo Senado norte-americano, irá recair sobre um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Biden, que assim irá passar a chefiar a diplomacia dos Estados Unidos da América.

A informação foi avançada inicialmente pela Bloomberg, que acrescenta ainda a nota de que Jake Sullivan (ex-assessor de Hillary Clinton) deverá ser nomeado conselheiro de segurança nacional e ainda Linda Thomas-Greenfield embaixadora nas Nações Unidas (que foi Secretária de Estado Adjunta para os Assuntos Africanos na administração de Obama).

Ainda que Donald Trump ainda não tenha reconhecido a derrota nas eleições, Joe Biden começa a reunir os nomes que farão parte da futura administração dos Estados Unidos da América. Joe Biden já anunciou a nomeação do seu conselheiro Ron Klain, muito crítico da gestão da pandemia por Donald Trump, como chefe de gabinete na Casa Branca.

Joe Biden nomeia antigo conselheiro Ron Klain como chefe de gabinete