Em comum, Ducati e Lamborghini têm o facto de serem italianas e de integrarem o Grupo Volkswagen, o que facilita o entendimento para o desenvolvimento de projectos comuns. O mais recente exemplo chega-nos pela mão da Ducati, que criou uma edição limitada da Diavel 1260 Lamborghini, que resulta da colaboração entre os dois construtores.

Assumidamente, a nova moto inspira-se no Lamborghini Sián FKP 37, com a Diavel 1260 Lamborghini a ser substancialmente distinta das restantes Diavel 1260, graças a aplicações em fibra de carbono ao nível das entradas de ar para o radiador, guarda-lamas e protecção de tanque de combustível, sendo este material ainda evidente na protecção de escape, spoiler e revestimento do farol.

Acabou-se! Não há mais Sián para ninguém

A decoração da Ducati retoma o esquema de cores utilizado no Sián FKP 37, padrão que se estende inclusivamente às jantes, forjadas e com um diâmetro de 17 polegadas, com a sigla “63” a dever a sua presença ao desejo de celebrar o nascimento da Lamborghini em 1963.

A Diavel 1260 Lamborghini recorre à mesma mecânica da Diavel 1260 S, ou seja, ao motor bicilíndrico da marca mas com 1,3 litros, capaz de debitar 162 cv e 129 Nm de força. Os travões Brembo e os amortecedores ajustáveis Öhlins contribuem para o carácter desportivo mais exclusivo do modelo.

O mais recente produto da Ducati vai começar a estar disponível em Dezembro, com a produção prevista a estar limitada a 630 unidades.