480kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Há quase um mês que não havia tão poucos novos casos, mas internados atingem valor recorde

Este artigo tem mais de 1 ano

Portugal passou a linha das 4.500 vítimas mortais, desde o início da pandemia. Há mais 97 doentes internados, fazendo subir para 3.342 o número total de internamentos, 525 nos cuidados intensivos.

Mais 78 pessoas morreram em Portugal devido à Covid-19
i

Mais 78 pessoas morreram em Portugal devido à Covid-19

Rui Oliveira/Observador

Mais 78 pessoas morreram em Portugal devido à Covid-19

Rui Oliveira/Observador

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Desde a passada quinta-feira, 26 de novembro, que o número de novos casos de coronavírus em Portugal tem vindo a diminuir. Nesse dia, foram registadas 6.383 novas infeções e esta segunda-feira o valor situa-se nos 3.262. É certo que os dias em que esta descida ocorreu coincidem, em parte, com o fim de semana — período em que, normalmente, o número de novos casos é mais baixo decorrente do facto de os testes serem também realizados em menor número. Mas também é certo que é preciso recuar quase um mês — a 3 de novembro quando se registaram 2.596 novos casos — para encontrar um dia em que o número de novas infeções foi inferior ao desta segunda-feira. Sobem assim para 298.061 os infetados desde o início da semana passada.

O mesmo não acontece com o número de vítimas mortais devido à Covid-19. Há mais 78 mortos, segundo o boletim da Direção-Geral de Saúde — no domingo, esse valor tinha sido de 64, mas no sábado tinha sido de 81. Os novos dados desta segunda-feira revelam que Portugal ultrapassou a linha das 4.500 vítimas mortais, contabilizado até agora 4.505 mortos desde o início da pandemia.

Ainda assim, houve mais pessoas a recuperar da doença esta segunda-feira do que a ficar infetadas. O boletim desta segunda-feira revela que 3.408 pessoas recuperaram da doença — face às 3.262 pessoas que foram detetadas com o novo coronavírus. Desde o início da pandemia já 212.942 pessoas recuperaram da Covid-19. Há assim 80.614 casos ativos em Portugal — menos 224 do que no domingo.

O número de internados atingiu, novamente, valores recorde. Há mais 97 doentes internados, fazendo subir para 3.342 o número total de internamentos. Quanto aos cuidados intensivos, há uma descida: são menos 11 pessoas internadas nestas unidades desde o último balanço. Contas feitas, há assim 525 doentes com Covid-19 internados nos cuidados intensivos.

É no Norte que se registaram a maioria das vítimas mortais (42), mas também a maioria dos novos infetados (1795). Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com mais 839 novos casos e mais 28 mortos. Depois, o Centro contabiliza mais 407 infeções e mais seis mortes. A seguir, o Alentejo com mais 148 infeções e mais dois mortos; o Algarve com mais 34 novos casos, sem registar qualquer vítima mortal. Nas ilhas não há novas vítimas mortais a registar, no entanto, os Açores têm mais 32 novos casos e a Madeira tem mais sete novas infeções.

Freixo de Espada à Cinta foi o concelho com mais novos casos por 100 mil habitantes

Com mais 3.153 novos casos por 100 mil habitantes registados entre 12 a 25 de novembro, Freixo de Espada à Cinta foi o concelho que, neste período, registou mais novas infeções — e o único que ultrapassou a linha dos 3 mil em novos casos por 100 mil habitantes.

Freixo de Espada à Cinta está assim muito afastado do segundo concelho com mais novos casos por 100 mil habitantes, entre 12 a 25 de novembro: é Lousada com 2.415 novas infeções. Segue-se Guimarães com mais 2.293, Fafe com mais 2.151 e Vila Nova de Famalicão com mais 2.107. Além destes quatro, todos os restantes concelhos do país estão abaixo das 2.000 novas infeções por 100 mil habitantes.

A completar o top 10 de concelhos com mais novos casos por 100 mil habitantes está Paços de Ferreira com 1.985, Póvoa de Varzim com 1962, Trofa com 1.960, Felgueiras com 1.941 e Vizela com mais 1.937.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.