O governo belga permite o ajuntamento de quatro pessoas para celebrar o Natal, mas com algumas condições: só para quem tenha um jardim ou um terraço com acesso direto à rua, para que assim as pessoas não se concentrem dentro de casa. Mais, dessas quatro pessoas só uma poderá usar a casa de banho no interior explicou a ministra do Interior, Annelies Verlinden.

Essa pessoa que poderá usar a casa de banho, explica o governo, deverá ser escolhida pelos proprietários da casa. E não há troca de comida. As regras de higiene e de distância têm que ser severamente respeitadas.

Segundo o The Brussels Times, o porta-voz de Verlinden afirmou que “se alguém quiser ir à casa de banho, terá de o fazer no seu próprio alojamento”. “Há possibilidade de entrar em casa e parar para falar, comer ou beber alguma coisa. Assim que entrar em casa, o risco de contágio é muito maior porque a circulação de ar não é a mesmo que lá fora”, disse o porta-voz da ministra.

O virologista e porta-voz da Covid-19, Steven Van Gucht, explicou que assim se impedem as pessoas de entrar nas casas dos outros para dois dedos de conversas correndo “um risco muito maior de se infetar, porque a circulação de ar não é a mesma que lá fora”.