Há menos oito pessoas internadas em enfermaria por Covid-19 face ao dia anterior. Segundo os dados do Boletim Epidemiológico da Direção-Geral da Saúde divulgado esta quinta-feira, os hospitais portugueses têm neste momento 3.330 doentes Covid-19 internados (na quarta-feira registava-se um aumento de 63 internamentos). O número de pessoas nos cuidados intensivos manteve-se inalterado nas últimas 24 horas — continua a ser 525.

No total, já recuperaram da infeção 229.018 pessoas, das quais 5.572 nas últimas 24 horas, mas ainda existem 73.876 casos de infeção ativa — menos 1.879 que no dia anterior (na quarta-feira contabilizavam-se mais 747 casos ativos).

Mais 79 mortes em 24 horas

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 3.772 novos casos de infeção com o SARS-CoV-2, mas ainda assim longe dos mais de 6.300 casos registados no dia 26 de novembro. Os dados agora apresentados representam uma ligeira subida face à última quarta-feira, quando o país contabilizou 3.384 novos casos.

Esta quinta-feira, contabilizaram-se mais 79 mortes por Covid-19 — mais 11 do que as reportadas na quarta-feira, quando se registaram 68 óbitos. No total, o país soma agora um total de 307.618 infeções e 4.724 mortes.

Mais de 50% dos novos casos no Norte

No que toca à distribuição geográfica dos novos casos, destaca-se a região Norte, com 2.244 de um total de 3.772 (59,49%) e 37 mortos (47%). Na quarta-feira, o boletim epidemiológico da DGS reportava 1.857 infeções (menos 387 do que hoje) na região Norte. Nesta região já morreram 2.255 pessoas desde o início da pandemia.

região de Lisboa e Vale do Tejo é a segunda do país com maior número de novos casos, contabilizando 960 (25%) e 25 mortos (32%). De um dia para o outro, considerando as 939 infeções da última quarta-feira, LVT soma mais 21 infeções. Neste região já morreram 1.671 pessoas desde o início da pandemia.

O Centro regista outros 444 casos (12%) e 17 óbitos (21%). O Alentejo soma 54 infeções, os Açores 35, o Algarve 31 e a Madeira outros 4.

Três óbitos entre homens dos 50 aos 59 anos

A larga maioria das mortes registadas nas últimas 24 horas refere-se a doentes Covid-19 com mais de 80 anos: 22 homens e 30 mulheres. Há a registar três óbitos entre homens dos 50 aos 59 anos. Não há óbitos abaixo dos 50 anos.

Ao todo, nas últimas 24 horas morreram 42 homens (53%) e 37 mulheres (47%). Desde o início da pandemia já morreram 2.462 homens e 2.262 mulheres.