A Polícia Federal (PF) brasileira, numa ação conjunta com a Receita Federal, apreendeu na quarta-feira, no Aeroporto Internacional de São Paulo, uma carga superior a 1,5 toneladas de açaí destinada a Portugal contendo cocaína diluída.

A informação foi confirmada esta quinta-feira pelas autoridades brasileiras, acrescentando que os cães das autoridades foram fundamentais para a deteção dos estupefacientes.

Funcionários da Receita Federal, que atuam com o auxílio de cães farejadores na fiscalização de cargas destinadas à exportação, perceberam a indicação típica do animal quando fareja algo suspeito, para caixas de sumo de açaí (fruto típico da região amazónica)”, informou a PF em comunicado.

Os agentes acionaram a PF, que realizou exames de perícia e identificou, entre as 2.040 embalagens, 384 contendo cocaína diluída no seu interior”, acrescentaram as autoridades.si

A carga, cujo destino era Portugal, foi separada e apreendida pela PF.

Posteriormente, foi instaurado um inquérito policial com o objetivo de chegar aos responsáveis pela droga.