Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Portugal registou, esta terça-feira, a maior descida no que toca a internamentos por Covid-19 da segunda vaga da pandemia. De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS), nas últimas 24 horas contabilizaram-se menos 104 pessoas internadas, perfazendo um total de 3.263 casos de internamento. Também os casos em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) desceram: há menos 14 pessoas internadas nos cuidados intensivos, num total 499.

Esta terça-feira o país contabilizou mais 81 mortes e 2.905 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Comparativamente à véspera, houve mais três mortes do e mais 308 novas infeções — esta segunda-feira registaram-se 78 óbitos e 2.597 novos casos.

Boletim DGS. Portugal ultrapassa as 5 mil mortes e nunca teve tantas pessoas internadas

À exceção de domingo, em que o país igualou o segundo dia com mais número de óbitos, desde 28 de novembro que não se registavam tantas vítimas mortais devido à Covid-19 em Portugal. Esse foi o segundo pior dia em termos óbitos em Portugal, tendo sido apenas ultrapassado pelo dia 16 de novembro, em que se registaram 91 mortes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Dos 81 óbitos, mais de metade foram registados no Norte, mais concretamente 44. Lisboa e Vale do Tejo contabilizou 22 mortes, o Centro 13 e foram ainda registados um óbito no Alentejo e outro nos Açores — desde dia 4 de dezembro que não se registavam mortes devido à Covid-19 nos Açores.

As vítimas mortais são:

  • 25 homens e 32 mulheres com mais de 80 anos;
  • 10 homens e 3 mulheres com idades entre os 70 e os 79 anos;
  • 7 homens e 3 mulheres entre os 60 e os 69 anos;
  • 1 homem entre os 50 e os 59 anos.

Mais do dobro de recuperados do que novos casos. Norte com mais de 50% dos novos casos

Nas últimas 24 horas contabilizaram-se duas vezes mais recuperados do que novos casos de Covid-19: esta terça-feira registaram-se mais 6.585 casos de recuperação, sendo que 252.428 pessoas já recuperaram da infeção desde o início da pandemia.

A região Norte continua a ser a mais afetada. Esta terça-feira contabilizou 1.584 novos casos, o que representa 54,5% do total de novas infeções registadas nas últimas 24 horas. Em Lisboa e Vale do Tejo registaram-se mais 758 casos (26,1%), na região Centro mais 418 casos (13,4%), no Alentejo mais 40 (1,4%) e no Algarve 75 (2,6%). A Madeira contabilizou mais 15 casos, tal como os Açores (0,5% respetivamente).

Portugal contabiliza assim 327.976 casos confirmados de infeção e 5.122 óbitos desde o início da pandemia.

Esta terça-feira registaram-se ainda menos 3.761 casos ativos de Covid-19, num total de 70.426. Desde 1 de dezembro que não havia uma descida tão grande dos casos ativos — houve menos 5.606 casos de ativos nesse dia. Há ainda mais 267 contactos em vigilância nas últimas 24 horas, num total de 77.765.