Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Cem mil trabalhadores com contrato individual vão passar a ter direito a ADSE, entre eles estão 60 mil pessoas que exercem funções em hospitais EPE.

De acordo com o Público, que avança com a notícia, esta medida, que será aprovada esta terça-feira em Conselho de Ministros, terá um custo para o subsistema de saúde da Função Pública de 67 milhões de euros por ano, mas poderá ser uma forma de tornar a ADSE mais sustentável, uma vez que a faixa etária dos novos beneficiários ronda os 44 anos.

A partir do momento em que for aprovada a nova medida, estes 100 mil trabalhadores terão seis meses para dizer se estão ou não interessados. A sua entrada no subsistema poderá ser feita de forma faseada, tendo em conta o número de inscrições.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR