Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Os construtores de automóveis investem milhões no desenvolvimento de novas tecnologias, mas nem sempre lhes dão uma utilização fora do âmbito previsto. O pequeno Hyundai 45 eléctrico que circula pelos corredores do Hospital Sant Joan de Déu, em Barcelona, dá o exemplo precisamente oposto. E as crianças que aí estão internadas e que precisam de terapia, o que pode ser muito stressante para pacientes de tenra idade, agradecem o brinquedo que está ‘carregadinho’ de tecnologia para levar a sério.

A miniatura do concept (que antecipa um dos próximos Ioniq a serem lançados) pode ser pequena em tamanho, mas é grande na missão e nas ferramentas de que dispõe para ajudar as crianças em contexto hospitalar. A pretexto de ser uma forma divertida de levar os doentes até à sala de tratamentos, o mini Hyundai 45 EV aproveita a viagem para exercer o seu poder “curativo”.

Mais do que deixar-se conduzir, o pequeno carro eléctrico está dotado com tecnologia baseada em inteligência artificial, cujo desenvolvimento faz parte de uma investigação com o selo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). O bólide inscreve-se no projecto Little Big e-Motion e consegue “ler” emoções, adaptando a interacção com o seu condutor, de forma a predispô-lo para o tratamento, seja com música, libertação de fragâncias ou até com a emissão de bolas de sabão, para comemorar a valentia de quem não desiste de resistir à doença.

Tudo isto se processa em jeito de brincadeira, mas passando continuamente para o exterior, por via de um esquema de luzes (verde, amarelo ou vermelho), a informação que os enfermeiros ou os assistentes hospitalares precisam: qual é mesmo o estado emocional da criança que está a ser transportada, antes de iniciar o tratamento.

Para tal, o pequeno Hyundai deita mão a um sistema de reconhecimento facial de emoções em tempo real, recorrendo a uma câmara instalada frente ao condutor, bem como a um sensor que monitoriza a frequência cardíaca e um cinto cujas bolsas de ar optimizam os exercícios respiratórios, aplicando uma suave pressão para reduzir a ansiedade. Tudo isto é chamado de Emotion Adaptive Vehicle Control (EAVC), sistema que pode ver em funcionamento neste vídeo:

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR