Dois cabo-verdianos foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de abusarem sexualmente de uma criança durante dois anos, informou esta quarta-feira aquela força policial.

A Polícia Judiciária adiantou em comunicado que os dois homens foram detidos na terça-feira, fora de flagrante delito, na cidade de Espargos, na ilha do Sal.

Os dois indivíduos, de 19 e 35 anos, são suspeitos da prática de dois crimes de abuso sexual de criança, um dos quais na forma continuada.

A vítima, hoje com 13 anos, vinha sendo abusada sexualmente desde os 11 anos, ainda segundo a PJ.

Os detidos foram presentes ao Tribunal da Comarca do Sal, que lhes aplicou como medida de coação termo de identidade e residência, apresentação periódica, interdição de saída do país e proibição de contacto com a vítima.

Num outro caso, a PJ indicou que deteve um homem de 23 anos, suspeito da prática reiterada de vários crimes de Violência Baseada no Género (VBG) cometidos contra a sua ex-companheira, que vinha agredindo desde novembro de 2019.

O detido foi presente ao Tribunal, que lhe aplicou como medida de coação a prisão preventiva, até ao julgamento do caso.