O estádio Cidade da Educação, inaugurado em junho deste ano, vai acolher a final do Mundial de clubes de futebol, que decorrerá no Qatar, entre 1 e 11 de fevereiro de 2021, anunciou esta quarta-feira a FIFA.

O organismo que gere o futebol mundial indicou que, além do estádio Cidade da Educação, vão acolher partidas do Mundial de clubes os estádios Internacional de Khalifa e Ahmad Bin Ali, recintos que também deverão ser palco de jogos do Mundial de 2022.

O encontro de abertura do Mundial de clubes, que vai opor Al Duhail, campeão do Qatar, ao Auckland City, da Nova Zelândia, no dia 1 de fevereiro, será disputado no estádio Ahmad Bin Ali. Os três estádios foram construídos recentemente, tendo em vista o Mundial, a disputar nos meses de novembro e dezembro de 2022.

A FIFA anunciou em novembro o adiamento do Mundial de clubes, que estava agendado este mês, devido à indefinição provocada pela pandemia de Covid-19 em algumas competições continentais.

Além do campeão do Qatar e do representante da Oceânia, participam na competição o Bayern de Munique, campeão europeu, o Al-Ahly, vencedor da Liga dos Campeões africanos, os Tigres, do México, campeões da CONCACAF e o Ulsan Hyundai, vencedor da competição continental da Ásia.

A última equipa participante só será conhecida em 30 de janeiro, data da final da Taça Libertadores, competição que junta as equipas da América do Sul.