O líder da oposição divulgou esta quinta-feira de manhã a sua mensagem de Natal, mas que foi pouco natalícia para o Governo de António Costa. Rui Rio diz que em 2021 “o Governo tem de governar melhor do que aquilo que tem vindo a fazer, desde logo no Serviço Nacional de Saúde”, mas também “noutros dossiers como no caso da TAP e do Novo Banco” em que “milhões, milhões e milhões de euros de impostos dos portugueses têm vindo a ser despejados” nestas empresas por “erros de gestão e por erros políticos”.

Mensagem de Boas Festas de Rui Rio

Rui Rio deseja Boas Festas a todos os portugueses e que o ano de 2021 seja “muito melhor” para todos. #PSD #PrimeiroPortugal

Posted by Partido Social Democrata on Thursday, December 24, 2020

Rui Rio espera que 2021 seja diferente também nesses dossiers, alegando que o dinheiro “faz falta noutros sítios, como a saúde” e também para não aumentar a dívida pública do país, que continua muito elevada. O líder da oposição lembrou que “o PSD desde o princípio” tem “cooperado com o Governo no combate à pandemia, mas não pode deixar de criticar” o que está mal. No campo da saúde, Rio lembra que o “combate ao vírus é difícil”, mas que o Governo não tem conseguido garantir um combate eficiente “às outras doenças que não o vírus”. Em 2020, avisa, Portugal vai ter “uma taxa de mortalidade muito superior ao que é normal e não é só por causa da Covid é também pelas demais patologias.”

Sobre a quadra, Rui Rio começa por dizer que este vai ser “um Natal diferente”, mas que “não vai poder ser como estamos habituados”. E deixa um desejo: “Esperamos que, para o ano, tudo corra melhor. A pandemia esteja debelada e nós possamos voltar a ter um Natal igual a todos aqueles que já tivemos e gostamos de ter”.

Quanto ao revéillon, a mensagem é clara: “Não vamos ter, no entanto, passagem de ano. É penoso, mas é justificável por aquilo que é a defesa da nossa saúde, a defesa da nossa economia, a defesa do país, mas vamos ter um ano inteiro à nossa frente que é o ano de 2021″. Apesar disso, Rio deseja um 2021 “muito melhor do que aquilo que foi 2020.”