A tempestade Bella já provocou cheias no Reino Unido e obrigou à retirada de mais de mil pessoas do parque de lazer Billing Aquadrome, na zona este de Inglaterra, noticiou o jornal The Guardian. A partir de domingo, e até quarta-feira, os efeitos da tempestade vão fazer-se sentir na península Ibérica e ilhas Baleares. Portugal já tem sete distritos com aviso laranja.

Sete distritos sob aviso laranja a partir de segunda-feira por agitação marítima

A frente fria associada à tempestade Bella vai entrar pela Galiza e percorrer a península Ibérica de norte a sul durante o dia de segunda-feira, avançou a Agência Estatal de Meteorologia espanhola (Aemet). A passagem da tempestade vai provocar precipitação, ventos intensos e agitação marítima.

No domingo e segunda-feira, as ondas na Cantábria e Galiza podem atingir os oito a 10 metros de altura. Também no Mediterrâneo se fará sentir o temporal, ainda que menos intenso, mas ainda assim com ondas de três a cinco metro — ou seis a oito, nas ilhas Baleares.

A precipitação será mais forte a norte e noroeste da península Ibérica, mas vai reduzindo em direção a sul e a este. Os ventos fortes podem chegar aos 70 a 90 quilómetros por hora — ou ultrapassar os 100 km/h, nas zonas montanhosas. A Aemet prevê um abrandamento da força do vento durante terça e quarta-feira.

A partir de quarta-feira, a tempestade Bella deverá ficar mais fraca e viajar para o norte da Europa.

Entretanto, foi emitido um alerta amarelo em Inglaterra, país de Gales e sul da Escócia, entre as 15 horas deste sábado e o meio-dia de domingo, informou o instituto de meteorologia britânico. Os ventos fortes — que podem chegar aos 110 quilómetros por hora em algumas regiões — durante a tarde de sábado surgem de sudoeste, mas vão mudar para sudeste na manhã de domingo.