Três pessoas morreram e 189 ficaram feridas, 20 das quais permanecem em estado grave, nos 633 acidentes de viação registados pela Guarda Nacional Republicana (GNR) desde o início da operação Natal-Ano Novo de 2020, na quarta-feira, até às 00h de domingo.

Segundo fonte oficial da GNR, além dos três mortos foram também registados 20 feridos graves e 169 pessoas com ferimentos ligeiros. Os militares da guarda detetaram ainda 123 infrações rodoviárias por excesso de álcool durante a condução, 1.595 condutores em excesso de velocidade, 136 infrações por falta de uso do cinto de segurança e sistema de retenção de crianças e 142 por utilização indevida do telemóvel.

A GNR intensificou o patrulhamento rodoviário entre quarta-feira e o dia 04 de janeiro na Operação Natal-Ano Novo. Em contexto de pandemia, a GNR alerta os condutores para que se abstenham de ações, atitudes e comportamentos que possam aumentar a propagação do novo coronavírus, devendo seguir as orientações da Direção-Geral da Saúde.