A chegada da tempestade “Bella” a Portugal colocou sete distritos sob aviso laranja devido à agitação marítima: Aveiro, Braga, Coimbra, Leiria, Lisboa, Porto e Viana do Castelo. Segundo o IMPA, o aviso laranja — indica situação meteorológica de risco moderado a elevado — mantém-se nestes distritos até às 18h de terça-feira, dia 29 de dezembro, devido às ondas de noroeste com cinco a sete metros, as quais podem atingir 12 a 14 metros de altura máxima. Para alguns deles está prevista queda de neve acima da cota dos 800/1.000 metros.

A partir do final da tarde de terça-feira o aviso laranja baixa para amarelo nos sete distritos, vigorando entre as 18h e as 09h de quarta-feira. Para este período o IPMA prevê ondas de noroeste com quatro a cinco metros.

Beja, Bragança, Castelo Branco, Guarda, Setúbal, Vila Real, Viseu e Madeira (Costa Norte e Porto Santo) estão sob aviso amarelo, o que significa agitação marítima entre 29 e 30 de dezembro, com ondas de noroeste com quatro a cinco metros. Para Viseu também também prevista queda de neve acima da cota dos 800/1.000 metros.

De acordo com o aviso divulgado na página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), para esta segunda-feira são esperados “períodos de chuva que passam a aguaceiros, acompanhados de trovoada no Norte e Centro, com possibilidade de queda de neve acima de 800/1.000 metros no Norte e acima de 1.000/1.200 metros no Centro”.

A isso junta-se vento do quadrante oeste, “a soprar moderado a forte (até 50 km/h) a partir da tarde, no litoral oeste, com rajadas até 70 km/h a norte do Cabo Carvoeiro, e nas terras altas do Norte e Centro, com rajadas até 90 km/h“. O tempo vai manter-se frio, com persistência de valores baixos na temperatura mínima. Prevê-se arrefecimento noturno e possibilidade de formação de gelo ou geada durante a madrugada, sobretudo no interior.

A ANEPC salienta ainda que, face às condições climáticas, podem ocorrer feitos como “piso rodoviário escorregadio por eventual acumulação de gelo, neve e formação de lençóis de água”, possibilidade de “cheias rápidas em meio urbano” e de “queda de ramos ou árvores em virtude de vento forte, bem como de afetação de infraestruturas associadas às redes de comunicações e energia”. São ainda referidos possíveis acidentes na orla costeira, entre outras situações.

Por esses motivos, a ANEPC recomenda à população algumas medidas de prevenção, tais como “evitar a circulação em vias afetadas pela acumulação de neve”, “não atravessar zonas inundadas” ou “adotar uma condução defensiva”.

A agência espanhola de meteorologia deu conta de que a tempestade Bella pode fazer sentir os seus efeitos até quarta-feira na Península Ibérica e nas ilhas Baleares.

Estradas na Serra da Estrela fechadas devido à neve

As estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela estão hoje de manhã encerradas devido à queda de neve e às condições climáticas adversas, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco, às 10h, a circulação estava proibida nos troços Piornos/Cruzamento da Torre, Cruzamento da Torre/Torre e Cruzamento da Torre/Lagoa Comprida/ Cruzamento do Sabugueiro, não havendo previsões quanto à reabertura.

Os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Castelo Branco, Coimbra e Braga estão sob aviso amarelo por causa da previsão de queda de neve até às 09h de terça-feira.