Esta terça-feira, a Austrália anunciou a deteção do primeiro infetado com a variante mais contagiosa do novo coronavírus descoberta na semana passada na África do Sul. Trata-se de uma pessoa que permanece num centro de quarentena depois de regressar do estrangeiro.

“Este é o primeiro caso positivo da variante sul-africana na Austrália”, disse a responsável de saúde do estado de Queensland, Yvette D’Ath, em comunicado.

A mulher, que chegou a Brisbane proveniente da África do Sul a 22 de dezembro, foi transferida do centro de quarentena onde foi alojada para um hospital em Queensland, e as autoridades sanitárias acreditam que o caso não representa um risco de infeção local.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.765.049 mortos resultantes de mais de 80,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP). A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.