O México contabilizou 1.052 mortos e 12.406 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, o segundo registo mais elevado desde o início da pandemia.

O novo balanço faz subir para 1.413.935 o número de contágios e para 123.845 o número total de óbitos.

Com estes números, o México continua a ser o quarto país do mundo com mais mortes por covid-19, depois dos Estados Unidos, Brasil e Índia, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Segundo a mesma instituição, o México é também o 13.º país do mundo em termos de pacientes registados.

Na quinta-feira, o país tornou-se no primeiro da América Latina a iniciar a vacinação, administrada a três mil médicos na Cidade do México e nos municípios vizinhos de Queretaro e Toluca.

O Governo mexicano espera vacinar praticamente todo o pessoal de saúde até ao final de janeiro.

O México quer imunizar o resto da população entre fevereiro de 2021 e março de 2022, gratuitamente e por fases, dependendo da idade e das doenças crónicas.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.791.033 mortos resultantes de mais de 81,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.