O número de óbitos no surto de Covid-19 no lar da Misericórdia de Alcáçovas, no concelho de Viana do Alentejo (Évora), subiu para 10 e o de infetados para 101, disse esta quinta-feira o provedor da instituição.

As duas mais recentes mortes associadas à Covid-19 neste lar ocorreram na quarta-feira, elevando para 10 o total de óbitos, indicou à agência Lusa o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Alcáçovas, João Penetra. Segundo o responsável, as vítimas são dois homens, utentes da instituição, cujo estado de saúde já era “muito debilitado”, devido a outras doenças.

Estes dois óbitos juntam-se aos cinco registados na terça-feira e a outros três ocorridos entre sexta-feira e segunda-feira.

Surto no lar da Misericórdia de Alcáçovas com primeira morte

Também o número de casos de Covid-19 no lar da Misericórdia de Alcáçovas subiu para 101, mais 36 do que no balanço feito à Lusa na quarta-feira, na sequência de testes realizados na segunda-feira e cujos resultados foram agora conhecidos, adiantou.

O provedor da instituição referiu que, até agora, já foram infetados 68 utentes, precisando que 53 encontram-se a recuperar da doença no lar, cinco estão internados no Hospital do Espírito Santo de Évora e 10 morreram.

Quanto aos funcionários, sublinhou, são 33 os que estão infetados e a cumprir quarentena e outros oito encontram-se em isolamento profilático.