A Rússia registou 26.301 novas infeções e 447 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados divulgados este sábado pelas autoridades de saúde. Dos novos positivos, 14,8% (3.889) são assintomáticos, enquanto o número de pacientes que tiveram alta hospitalar no mesmo período foi de 18.897.

Moscovo, o principal foco da pandemia na Rússia, registou 5.452 novos casos e 76 mortes. Segundo o comité governamental criado para combater a propagação do novo coronavírus, até à data a Rússia acumulou 3.212.637 casos positivos de covid-19 e 58.003 mortes.

No entanto, este número de mortes não corresponde aos dados fornecidos na quarta-feira pela vice-primeira-ministra russa, Tatiana Gölková, que admitiu que o número de mortes da covid-19 se aproximava dos 71.000, 27,4% mais do que o relatório diário oficial.

Golikova avançou este novo número após a agência estatal de estatísticas, Rosstat, ter comunicado que a mortalidade no país aumentou em 13,9% entre janeiro e novembro de 2020.

O governo russo, que excluiu a imposição de confinamentos, está confiante que a campanha de vacinação com a vacina russa Sputnik V, iniciada a 15 de dezembro, inverterá a tendência e estabilizará a situação da no país nos primeiros meses deste ano.

A Rússia é o quarto país com mais infeções por covid-19, atrás dos Estados Unidos, Índia e Brasil.