Agora sim, é oficial: o PSG anunciou este sábado que Mauricio Pochettino é o novo treinador do clube francês. O argentino sucede assim a Thomas Tuchel, que rescindiu contrato no início da semana depois de ter conquistado duas vezes a Ligue 1 e de ter levado o PSG à primeira final da Liga dos Campeões da sua história.

A notícia foi confirmada nas redes sociais do clube, através de um vídeo que recorda a passagem de Mauricio Pochettino no Parque dos Príncipes ainda enquanto jogador, no início do século XXI. Num comunicado posterior, o PSG indicou ainda que o treinador assinou contrato até junho de 2022, com a opção de um ano extra, e deixa a primeira mensagem de Pochettino já como técnico do clube parisiense.

“Estou realmente feliz e honrado por ser o novo treinador do Paris Saint-Germain. Gostaria de agradecer ao clube pela confiança que depositou em mim. Como sabem, este clube teve sempre um lugar especial no meu coração. Tenho memórias maravilhosas, especialmente da atmosfera única do Parque dos Príncipes. Regresso ao clube com muita ambição e humildade e tenho vontade de trabalhar com alguns dos jogadores mais talentosos do mundo. Esta equipa tem um potencial fantástico e a minha equipa e eu vamos fazer tudo o que pudermos para conseguir o melhor para o PSG em todas as competições. E também vamos dar o nosso melhor para ter a identidade combativa e ofensiva que os adeptos parisienses sempre adoraram”, disse Mauricio Pochettino, que vai dar o primeiro treino já este domingo, dia 3 de janeiro.

PSG torna oficial a saída de Thomas Tuchel (que leva seis milhões e tem pretendente na Premier League) e acerta detalhes com Pochettino

Ainda no comunicado, surge uma declaração de Nasser Al-Khelaïfi, presidente e CEO do PSG, que garante que o regresso de Mauricio Pochettino a Paris “encaixa perfeitamente com as ambições” do clube e representa “outro capítulo entusiasmante”. “Com a contratação de Mauricio Pochettino, o PSG está comprometido em continuar a construir e a levar o clube para a frente nos próximos anos”, acrescentou. O técnico argentino volta assim a trabalhar cerca de um ano depois de deixado o Tottenham, tendo sido depois substituído por José Mourinho.

O PSG torna-se assim o quarto clube que Mauricio Pochettino orienta, depois do Espanyol, do Southampton e do Tottenham. O argentino de 48 anos nunca conquistou um troféu enquanto treinador, ainda que tenha chegado à final da Taça da Liga e da Liga dos Campeões com os spurs, em 2015 e 2019.