Não é comum ver nenhuma cidade da Península Ibérica com neve. Mas Madrid (e outras cidades espanholas) estão a enfrentar aquele que já é considerado o “grande nevão”. A culpa? Da tempestade Filomena, que também está a afetar a Madeira.

Várias partes da capital espanhola chegaram a acumular alguns centímetros de neve. E o pior pode ainda não ter chegado: Madrid mantém-se sob alerta amarelo, segundo o instituto de meteorologia espanhol. A previsão é que neve nos próximos dois dias — sendo que sexta-feira é quando se espera que neve mais na capital espanhola.

Devido ao mau tempo, o Governo da Comunidade Autónoma de Madrid ativou à meia-noite desta quinta-feira o nível 1 do plano de condições meteorológicas adversas. Para além disso, as autoridades locais pedem, de acordo com El País, que os madrilenos fiquem em casa e limitem as suas deslocações “ao estritamente necessário”.

Para além da neve, a tempestade traz ainda temperaturas geladas. Nesta quinta-feira, as máximas não ultrapassaram os 2 ºC e as mínimas situaram-se nos 0 ºC em Madrid. Para sexta-feira são previstos -2 ºC de temperatura mínima e é previsto que se acumulem mais de três centímetros de neve.

A tempestade Filomena também está a atingir Portugal. A Madeira está em alerta vermelho devido à precipitação forte, podendo haver queda de neve nos pontos mais altos da ilha, segundo o IPMA.