O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai promover em 21 de janeiro uma cimeira de líderes por videoconferência de coordenação das medidas adotadas na União Europeia (UE) contra a Covid-19, numa altura de aumento do número de casos.

A informação foi esta sexta-feira, divulgada pelo porta-voz de Charles Michel numa mensagem na rede social Twitter, na qual Barend Leyts precisa que a videoconferência dos chefes de Governo e de Estado da UE sobre a pandemia arranca pelas 18h00 (hora de Bruxelas, menos uma em Lisboa).

O porta-voz afirma, ainda, que em cima da mesa estará a “coordenação sobre a Covid-19”.

Esta cimeira online surge depois de, num Conselho Europeu presencial em Bruxelas outubro passado, e face à gravidade da situação, os líderes europeus terem decidido manter contactos regulares, mesmo que à distância, para discutir a evolução da pandemia, que estará agora a entrar numa terceira vaga.

A confirmação deste encontro à distância foi, inclusive, feita numa altura em que o número de casos de Covid-19 sobe acentuadamente em toda a Europa, nomeadamente em Portugal, e em que alguns países equacionam readotar medidas mais restritivas, após as festividades de final de ano.

Também por estes dias está em marcha a vacinação dos cidadãos da UE, com os fármacos desenvolvidos pela Pfizer e BioNTech, esperando-se que na próxima semana o mesmo aconteça com a vacina da Moderna, aprovada esta quarta-feira pelo regulador europeu.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.884.187 mortos resultantes de mais de 87,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo.

Em Portugal, morreram 7.472 pessoas dos 456.533 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

O estado de emergência decretado em 9 de novembro para combater a pandemia foi renovado com efeitos desde as 00h00 de 8 de janeiro, até dia 15.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.