O Governo da Madeira ordenou esta quinta-feira o encerramento das escolas dos concelhos de Santana e São Vicente, e a da freguesia do Porto da Cruz, na costa norte, no turno da tarde, devido ao agravamento das condições meteorológicas.

Foi decidido, em função das previsões meteorológicas, proceder ao encerramento das escolas dos concelhos de Santana e São Vicente, e da freguesia do Porto da Cruz, ao longo do turno da tarde de hoje [quinta-feira]”, refere o comunicado divulgado na página oficial da Secretaria Regional da Educação.

Além destas escolas, continuará fechada a do concelho nortenho do Porto Moniz, que “já estava encerrada para realização de testes de despistagem da Covid-19 aos respetivos professores e funcionários”.

A costa norte e as regiões montanhosas da ilha da Madeira vão estar esta quinta-feira sob aviso vermelho, o mais grave, devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros fortes associados à depressão Filomena, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). O aviso vermelho vigora entre as 18h00 de quinta-feira e as 03h00 de sexta-feira.  O arquipélago está já sob aviso laranja por causa da chuva forte e da agitação marítima (neste caso até às 06h00 de sexta-feira), prevendo-se ondas de nordeste com cinco a seis metros, que podem atingir os 10 metros de altura máxima (até às 06h00 de sexta-feira). A Madeira está ainda sob aviso laranja devido à previsão de vento de norte/nordeste, com rajadas até 90 quilómetros por hora, em especial nos extremos leste e oeste, entre as 18h00 de quinta-feira e as 12h00 de sexta-feira.

O arquipélago da Madeira e o sul de Portugal continental vão ser afetados até sexta-feira por vento forte, chuva e agitação marítima associados à passagem da depressão Filomena. No arquipélago os efeitos da depressão serão sentidos pelo aumento da intensidade do vento a partir da tarde de hoje, prolongando-se até ao final da manhã de sexta-feira, com rajadas até 75 quilómetros por hora, sendo até 110 quilómetros por hora nas terras altas, e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira.

Associado a esta depressão, prevê-se um aumento da agitação marítima na costa norte e em Porto Santo, com ondas de noroeste e altura significativa de quatro a cinco metros, passando a ondas de nordeste com cinco a seis metros na sexta-feira”, adianta o IPMA.

Na sexta-feira, há também a possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da ilha da Madeira até final da manhã.

O aviso vermelho do IPMA corresponde a uma “situação meteorológica de risco extremo”, e é pedido às pessoas que se mantenham “regularmente ao corrente da evolução das condições meteorológicas” e que sigam as orientações da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC). O aviso laranja indica situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.