Navios policiais albaneses resgataram 50 refugiados sírios apanhados por uma intempérie quando tentavam chegar à Itália de barco, informaram as autoridades da Albânia.

Em colaboração com a polícia italiana, as autoridades albanesas detetaram esta madrugada o barco com refugiados no delta do rio Vjosa, a cerca de 100 quilómetros de Tirana, que se encontrava bloqueado, devido à elevada ondulação no mar Adriático, de acordo com um comunicado da polícia.

O barco percorria uma rota regularmente usada por traficantes locais para transportar albaneses pobres para a Itália. E transportava 50 migrantes sírios, incluindo mulheres e crianças, tendo 16 deles sido hospitalizados. Os migrantes terão pagado até 2.000 euros cada pelo transporte ilegal para a Itália, mas as autoridades não conseguiram encontrar os traficantes.

A Albânia, membro da NATO desde 2009 e que espera iniciar negociações de adesão à União Europeia em breve, coopera com a agência de fronteiras europeia (Frontex) para controlar as suas fronteiras ao sul com a vizinha Grécia, de onde chega a maioria dos migrantes.