O FBI divulgou esta segunda-feira que estão a ser planeados vários protestos junto no Capitólio e nos 50 estados que compõem os EUA para o dia em que Joe Biden toma posse (20 de janeiro), revela a ABC News. E a violência com que tudo está a ser preparado está já a preocupar as autoridades.

Um grupo de manifestantes teria a intenção de tomar de assalto tribunais estaduais, locais e federais, no dia em que Donald Trump deixará o cargo de Presidente norte-americano. Além disso, o grupo planearia, inclusivamente, invadir escritórios do Governo dos EUA: “O FBI recebeu informações sobre um grupo armado que tinha como objetivo viajar até Washington D.C a 16 de janeiro”.

O mesmo grupo terá deixado ainda uma ameaça, caso haja um processo de impeachment ao Presidente ainda em funções: “Eles avisaram que se o Congresso tentar remover o Presidente através da 25.ª emenda, uma grande revolta ocorrerá”.

O Pentágono indicou ainda ter autorizado o destacamento de 15.000 elementos da Guarda Nacional em Washington para evitar episódios de violência na investidura de Joe Biden.

O objetivo é evitar um segundo ataque ao Capitólio. Na passada quarta-feira, um grupo de apoiantes pró-Trump invadiram o edifício governamental. Quatro pessoas morreram na sequência da invasão.