O suspeito de ser o autor do furto de um automóvel na noite de quinta-feira, em Montemor-o-Novo, com uma criança de sete anos no interior, vai ficar em prisão preventiva, informou esta sexta-feira a PSP.

Segundo adiantou à agência Lusa fonte do Comando Metropolitano de Lisboa, após ter sido presente esta tarde a tribunal, foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa.

O homem é suspeito de ter furtado, na noite de quinta-feira, um automóvel em Montemor-o-Novo, no distrito de Évora, com um menino de sete anos no seu interior, que viria a ser abandonado em Lisboa, a mais de 100 quilómetros do local do furto.

O furto do veículo ocorreu junto a um restaurante, onde a viatura estava estacionada, enquanto “a mãe da criança se deslocou ao estabelecimento para ir buscar uma refeição”, tendo “deixado o automóvel ligado com a chave na ignição”, segundo explicou à Lusa fonte da GNR.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Também em declarações à Lusa, fonte da PSP de Lisboa adiantou que a criança foi encontrada em Lisboa, também junto a um restaurante, está bem de saúde e já foi entregue aos pais.

A mesma fonte acrescentou que o suspeito tem antecedentes criminais e está “ligado ao consumo de estupefacientes”, residindo habitualmente na zona de Lisboa.