O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi está hospitalizado desde segunda-feira no Mónaco, após sofrer um problema cardíaco, explicou esta quinta-feira aos media italianos o seu médico pessoal, Alberto Zangrillo.

O líder do partido conservador Forza Italia, de 84 anos, com pacemaker desde 2006, estava na cidade francesa de Valbonne, perto de Nice, quando sofreu uma arritmia cardíaca.

Zangrillo declarou que foi imediatamente para o local onde estava o ex-primeiro-ministro e decidiu pelo internamento no Mónaco, pois não considerou “prudente” transferir Berlusconi para Itália.

Silvio Berlusconi foi infetado pelo novo coronavírus em setembro passado e foi internado com pneumonia bilateral no hospital San Raffaele, em Milão, mas teve alta dois dias depois.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em novembro, sofreu uma recaída que o impediu de comparecer a uma audiência no tribunal de Milão, onde está a decorrer o processo Ruby Ter, que investiga se Berlusconi teria comprado o silêncio de testemunhas sobre as festas polémicas que organizava.

Por três vezes chefe do Governo italiano, em 2016 foi submetido a uma cirurgia devido a uma grave insuficiência da aórta.