217kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

O MEO ajuda-o a poupar, simule aqui.

Os sete momentos que marcaram o dia em que Joe Biden se tornou o 46.º Presidente dos Estados Unidos

Joe Biden e Kamala Harris já entraram na Casa Branca. O dia foi marcado por sete momentos, desde o adeus de Donald Trump até à assinatura das primeiras 17 ordens executivas.

i

Getty Images

Getty Images

Desde a despedida de Donald Trump ao som de “My Way” de Frank Sinatra, à frenética assinatura das primeiras ordens executivas por Joe Biden, já na Casa Branca, algumas para desfazer políticas do seu antecessor, o dia da tomada de posse do 46.º Presidente dos Estados Unidos foi marcada por sete momentos.

O adeus de Donald Trump

Donald Trump e Melania Trump momentos antes de entrarem no Air Force One para a última viagem enquanto Presidente e primeira-dama dos Estados Unidos.

Getty Images

Foi a última viagem que Donald e Melania Trump fizeram a bordo do Air Force One, que serve a presidência dos Estados Unidos. Depois de prometer regressar a Washington D.C. “de alguma forma”, e de um adeus que disse que seria “curto” à cidade onde cumpriu a 45ª Presidência dos Estados Unidos, virou-lhe costas embalado por “My Way”, de Frank Sinatra, e partiu em direção à Florida e à sua mansão em Mar-a-Lago.

Donald Trump despede-se mas promete um adeus curto. “Voltaremos de alguma forma”

A missa na Catedral de São Mateus

Joe e Jill Biden assistem a uma missa antes da cerimónia de tomada de posse. Kamala Harris e Douglas Emhoff também estiveram na Catedral de S. Mateus

Getty Images

Enquanto Trump se despedia do poder na Casa Branca, Joe Biden e a mulher, Jill, assistiram a uma missa na Catedral de São Mateus. Kamala Harris e o marido, Douglas Emhoff, e Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes, foram algumas das personalidades que também participaram na cerimónia. Biden já visitava esta catedral, batizada em nome do padroeiro dos funcionários públicos, enquanto senador e vice-presidente.

O juramento de Kamala Harris

Kamala Harris faz o juramento ao lado do marido e perante a juíza Sonia Sotomayor

San Francisco Chronicle via Gett

De mão esquerda pousada na Bíblia dada pela vizinha que tomava conta dela e da irmã enquanto a mãe trabalha, Kamala Harris jurou servir os Estados Unidos da América. Fê-lo na companhia do marido e perante Sonia Sotomayor, a primeira mulher latino-americana a tornar-se juíza do Supremo Tribunal do país. Kamala tornou-se assim a primeira mulher na vice-presidência dos Estados Unidos; e a única pessoa de origem africana e asiática no cargo.

O juramento de Joe Biden

Joe Biden também presta juramento ao lado da mulher, Jill

San Francisco Chronicle via Gett

Joe Biden tornou-se esta quarta-feira o 46.º Presidente dos Estados Unidos da América. Ao lado da mulher, e perante o Chefe de Justiça dos Estados Unidos, John Roberts, Biden assumiu o novo cargo e apelou à união dos norte-americanos. No discurso, lembrou este 20 de janeiro como “o dia da democracia, um dia de história e de esperança”. Não falou de Donald Trump, mas sublinhou que “há muito para reparar, para restaurar, para curar e para ganhar”.

Os apelos à união e as (muitas) críticas a Trump sem lhe dizer o nome. O discurso de Joe Biden nas entrelinhas

A assinatura da Proclamação do Dia da Inauguração

Joe Biden assina três documentos, incluindo a declaração de tomada de posse, na presença de Kamala Harris na Sala dos Presidentes no Capitólio

Getty Images

É um momento tradicional após a tomada de posse do presidente dos Estados Unidos. Depois do juramento na Ala Oeste do Capitólio, Joe Biden entrou na Sala dos Presidentes e assinou três documentos: a Proclamação do Dia da Inauguração, um documento com as nomeações para as posições do Gabinete e outro para as posições do sub-Gabinete. Os americanos chamam-lhe a “cerimónia das assinaturas”, mas haveria muitas mais para rubricar ao fim do dia.

A homenagem ao Soldado Desconhecido

Joe Biden e Kamala Harris participam na tradicional homenagem no túmulo do Soldado Desconhecido no Cemitério de Arlington

Getty Images

O novo presidente dos Estados Unidos abandonou o Capitólio e, após uma revista às tropas, visitou o túmulo do Soldado Desconhecido, no cemitério de Arlington, que representa todos os militares que perderam a vida em combate em defesa dos Estados Unidos. Joe Biden nunca serviu o país enquanto militar, mas o momento era-lhe especial: o filho, que morreu por causa de um cancro no cérebro, esteve no Afeganistão. Com ele também estiveram os Obama e os Clinton.

A entrada na Casa Branca como Presidente

Joe Biden e Jill Biden acenam à porta da Casa Branca: e depois entram na sua nova morada

Getty Images

O novo inquilino da Casa Branca entrou na residência oficial do Presidente dos Estados Unidos. É alguém que conhece bem os cantos à casa, dos tempos em que foi vice-presidente de Barack Obama. E não tardou a começar a trabalhar: assinou 17 ordens executivas, incluindo uma que ordena o uso de máscara em todas as propriedades federais, outra que inicia o processo de regresso dos Estados Unidos ao Acordo de Paris e uma terceira que levanta as proibições de viagem a países de maioria islâmica. Rebatia assim antigas ordens de Trump.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.