216kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

O MEO ajuda-o a poupar, simule aqui.

Boletim DGS. Portugal com novo máximo diário de mortes (291). Nunca houve tantos internados, mas aumento é o menor em 19 dias

Portugal ultrapassou esta terça-feira as 11 mil mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, morreram 291 pessoas e foram detetados mais 10.765 novos casos. Internamentos também estão em novo máximo.

i

ATTILA BALAZS/EPA

ATTILA BALAZS/EPA

Depois de uma redução no boletim de segunda-feira, o número de mortes devido à Covid-19 voltou a subir esta terça-feira. Nas últimas 24 horas, foram registados mais 291 óbitos, um novo máximo em Portugal. O país ultrapassa, desta forma, os 11 mil óbitos (11.012) com a doença.

A DGS informou também, no boletim diário, que registou 10.765 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, mais 3.842 do que no dia anterior. Foram confirmados já 653.878 infeções desde o início da pandemia.

Portugal como novo máximo de internamentos

Além do número de mortes, há um outro máximo a registar: nos internamentos, que são agora  6.472. Nas últimas 24 horas, deram entrada nas enfermarias dos hospitais portugueses mais 52 doentes com Covid-19, o que, ainda assim, se trata do aumento mais baixo desde 7 de janeiro, ou seja, há 19 dias.

Já os internados em cuidados intensivos são agora 765, menos dois do que no dia anterior. É a primeira descida desde meados de janeiro.

Além disso, mais 13.728 doentes foram dados como recuperados, num total de 475.485 desde o início da pandemia. É um novo máximo diário de curados.

Boletim DGS. Lisboa e Vale do Tejo com 54% dos novos casos

A região de Lisboa e Vale do Tejo voltou a registar a maioria dos novos casos de Covid-19 em Portugal: 5.785 (54%), seguida pelo Norte, com 2.893, (27%) e Centro, com 1.407 (13%). O Alentejo tem agora mais 339 casos confirmados (3,1%) e o Algarve 203 (1,9%).

Na Madeira, foram confirmados mais 114 casos de infeção e nos Açores 24.

Foi também em Lisboa e Vale do Tejo que ocorreram a maioria dos óbitos (145). O Norte teve o segundo maior número de mortes devido à Covid-19 (68), seguido do Centro (55), do Alentejo (15) e do Algarve (6).

Madeira e Açores registaram, cada arquipélago, uma morte.

Em todo o país, há atualmente 167.381 casos ativos, menos 3.254 do que esta segunda-feira, e 215.770 contactos em vigilância, mais 3.059.

Morreu um homem entre os 30 e os 39 anos

Nas últimas 24 horas, morreram 152 homens e 139 mulheres, em Portugal. De acordo com o boletim da DGS, foi registado um óbito de um homem entre os 30 e os 39 anos. Morreram ainda dois homens entre os 40 e os 49 anos e, na mesma faixa etária, uma mulher.

Entre os 50 e os 59 anos, há mais seis mortes no sexo masculino e cinco no sexo feminino, e entre os 60 e os 69 anos morreram 18 homens e quatro mulheres. Já na faixa etária dos 70 e 79 anos, há a registar a morte de 35 homens e de 24 mulheres. Acima dos 80 anos, morreram 90 homens e 105 mulheres.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.