Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Tesla reduziu os preços dos seus modelos nos principais mercados europeus e Portugal não foi excepção. Como é habitual, a marca não só não anunciou o corte nos valores de venda, com os preços a serem, pura e simplesmente alterados no configurador, como tão pouco avançou com os motivos. Mas tudo indica que, em parte, as alterações se ficaram a dever à correcção do valor do dólar face ao euro. E a verdade é que a moeda norte-americana desvalorizou-se 4,7% entre 1 de Novembro e 25 de Janeiro, com o preço dos Model 3 Long Range e Performance a terem caído 3,4% e 3,8%, respectivamente.

No princípio de Janeiro, o Model 3 Long Range era proposto por 59.990€, valor que caiu 2000€, para 57.990€, na passada semana. O mesmo aconteceu com a versão Performance, que era até há uma semana comercializada por 66.490€, para agora exigir 63.990€, ou seja, menos 2500€. Reduções que certamente vão ser bem aceites pelos novos clientes.

O Model 3 Standard Range Plus, o mais acessível da gama em virtude de ter apenas tracção traseira e uma bateria mais pequena, não viu o seu preço revisto, continuando a ser proposto por 50.900€. Não se sabe os motivos que levaram a Tesla a não alterar o preço da versão mais barata, mas é possível que tenha a ver com o facto de o Standard Range Plus ser produzido na China, uma vez que o fabricante não tem de momento capacidade de produção para o exportar para a Europa a partir dos EUA. Menos mal que, se a Tesla não baixou o preço, conseguiu em compensação subir a autonomia, uma vez que o modelo que anunciava até há bem pouco tempo 430 km, passou a permitir circular 448 km entre recargas, mantendo-se intactos os 225 km/h de velocidade máxima e os 0-100 km/h em 5,6 segundos.

Aplicando o raciocínio seguido pelos Model 3 provenientes dos EUA, os Model S e X deveriam ter igualmente beneficiado de valores mais reduzidos, o que não aconteceu. Estima a imprensa norte-americana que tal se fique a dever ao facto de os dois topo de gama da Tesla estarem a poucos dias de beneficiarem de um restyling, algo mais extenso do que é tradicional encontrar no construtor de veículos eléctricos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR